Esponja multiuso: 6 coisas que você precisa saber antes de usar

Utilidade | 29-09-2023 | 4 minutos de leitura

A esponja multiuso é um item indispensável na rotina, principalmente para manter a limpeza da casa. É por isso que conhecer algumas dicas para fazê-la durar mais será de grande utilidade para otimizar suas tarefas.

Sendo um item que precisa ser trocado de tempos em tempos, acumula microrganismos e, conforme o uso, diminui o poder de limpeza. No entanto, como saber a hora certa de descartá-lo?

Se você tem dúvidas de como aproveitar ao máximo a esponja multiuso na sua casa, acompanhe o conteúdo e fique por dentro de seis curiosidades sobre o produto!

1. Para que serve a parte verde e amarela da esponja?

Para começar, já passou pela sua cabeça por que a esponja tem duas cores e texturas, na maioria das vezes, sendo verde e amarela? Existe um ótimo motivo para isso.

A parte amarela é uma espuma com um aspecto macio. Por isso, pode ser usada em superfícies lisas sem o risco de arranhá-las. Além disso, é ótima para lidar com materiais frágeis e sensíveis ao atrito.

Porém, existem peças sujas que precisam de um pouco mais de força para serem limpas. O lado verde da esponja é essencial para isso. Por ser feito com material abrasivo, consegue causar atrito e limpar camadas mais grossas com menos esforço físico.

Dessa forma, a parte verde é ótima para usar em panelas ou objetos que apresentam uma sujeira grudada. Com esse lado da esponja, você pode finalizar o trabalho com facilidade e garantir uma boa limpeza.

2. Quando trocar de esponja?

Como você viu, existe a hora certa de trocar a esponja e isso pode ser observado pelos sinais que ela demonstra.

Com o uso, é possível notar que os materiais se desgastam. A parte verde se torna mais lisa e menos abrasiva, enquanto a amarela pode até mesmo rasgar e cair, se demorar muito para descartar o produto.

Quem usa a esponja na cozinha costuma manusear diariamente o produto, mais de uma vez por dia. Portanto, o ideal é trocá-la a cada sete dias, a depender do aspecto e durabilidade do material e fabricante. 

Assim, você evita que bactérias, fungos e demais microrganismos se acumulem e garante uma boa limpeza no dia a dia.

Por outro lado, se você quase não usa a esponja, é possível esperar um pouco mais para trocá-la. No entanto, é essencial descartar o material ou direcioná-lo para outra finalidade após duas semanas de uso.

3. Existe jeito certo de armazenar a esponja?

A boa notícia é que existem alguns truques que vão ajudar você a conservar a sua esponja multiuso e evitar o acúmulo de sujeira ou microrganismos. Para isso, é fundamental encontrar a maneira certa de guardar o produto.

Assim que você terminar de usar, deixe-o em água corrente, até sair todo o sabão e sujeira. Em seguida, aperte bem para sair o máximo de água possível.

O próximo passo é guardar a esponja em um local arejado e que permita uma boa secagem. Quanto mais rápido se secar, menores as chances de proliferação de microrganismos.

Portanto, nada de armazená-la em um pote fechado ou outro espaço que não tenha passagem de ar.

4. Como higienizar a esponja?

Outro cuidado essencial que você precisa saber é sobre a higienização da esponja. Após o uso, é uma boa ideia jogar água fervendo para eliminar os germes.

Outra opção é enrolar o item em um papel-toalha e colocar no micro-ondas por até 2 minutos.

Você pode também optar pela desinfecção do produto com água sanitária. Para isso, misture duas colheres da substância com um litro de água e mergulhe a esponja. Após dez minutos, é só lavar com água corrente e deixar secar.

5. A esponja multiuso é reciclável?

Você sabia que a esponja multiuso é feita de plástico? A composição pode confundir algumas pessoas, pois o material é reciclável. No entanto, um dos componentes, o poliuretano, é muito difícil de ser reutilizado, por ser resistente às altas temperaturas.

Além disso, por acumularem facilmente microrganismos, as esponjas podem ir contaminadas para o lixo reciclável. Dessa forma, nem sempre é uma boa ideia destiná-la para a coleta seletiva.

Isso não significa que você precisa descartá-la no lixo comum. Afinal, existe a opção de reuso e reaproveitamento dos materiais que sobraram, que podem ser usados como matéria-prima de vários outros produtos, como baldes e pisos.

6. Como descartar a esponja?

Para evitar o descarte no lixo comum, você pode destinar a sua esponja multiuso para várias outras finalidades.

Uma delas é nos suportes dos vasos de plantas. Como o material absorve umidade, essa é uma excelente maneira de manter as raízes umedecidas, porém, sem deixar água parada.

Outras funções são:

  • esfregar azulejos do banheiro;
  • limpar espelhos ou janelas;
  • aplicar graxa em sapato;
  • proteger produtos frágeis que serão transportados;
  • tirar pelos das roupas
  • pinturas.

 

Até mesmo para artesanato e diversão, o produto descartado pode servir. Cortá-lo em diferentes formatos, por exemplo, ajuda a transformar o material em um carimbo para atividades artísticas para as crianças.

O essencial é saber que a esponja multiuso é repleta de utilidades e faz toda a diferença no dia a dia. Contar com produtos eficientes ajudará a aproveitar ainda mais a funcionalidade.

Quer saber onde encontrar as melhores esponjas? Conheça os produtos da Santa Maria e veja a limpeza da sua casa se tornar mais prática!

Compartilhe nosso conteúdo